APAIXONADOS POR CRISTO – Dia 13

APAIXONADOS POR CRISTO – Dia 13

PERSISTÊNCIA

Texto: “O Senhor sabe tudo e sabe que eu o amo, Senhor! ” (João 21.17)

Os nossos próprios pecados e fracassos do passado fazem com que nos sintamos indignos de servir a Deus. Mas a partir do momento em que nos arrependemos e pedimos perdão, estamos aptos a continuar a caminhada novamente. O Apóstolo Pedro viveu diversos altos e baixos em seu relacionamento com Cristo, e várias vezes foi reprendido pelo mesmo (Mt 16:23).

Pedro era ousado e orgulhoso, confiava plenamente em Jesus e acreditava n’Ele. Seguia o Salvador verdadeiramente e tinha uma paixão enorme por ele, a ponto de dizer que morreria pelo mesmo (João 13:37). O Apóstolo não se importava com o lugar em que Cristo iria, pois desejava estar sempre ao seu lado. Você pode estar pensando: “Ah, mas ele negou Jesus 3 vezes”, sim, mas o próprio sabia que isso iria acontecer, pois a traição foi o cumprimento de uma profecia. E esse mesmo Pedro, que negou a Jesus, se arrependeu amargamente e foi o primeiro a pregar sobre a ressurreição do Messias, relatado no livro de Atos dos Apóstolos.

Quando Pedro fez o voto de morrer por Jesus, ele demostrou a intenção do seu coração, que era viver para Ele. Sua paixão era inegável e tinha um desejo imenso de servi-lo, a ponto de ofuscar todas as demais coisas. O Senhor levou, leva e levará corações apaixonados a Ele, e dessa maneira a paixão do coração de Pedro chegou como um perfume suave aos céus, e o transformou num evangelista, num mestre e num apóstolo fiel a Deus. Pedro permaneceu firme em sua missão de desenvolver e expandir a igreja primitiva, até o final de sua vida. Consequentemente foi morto por essa paixão por Deus e por falar em todos os lugares sobre Jesus. Segundo a tradição, ele foi crucificado em Roma, sob ordem do imperador Nero, em 68 d.C. E Pedro não se sentia digno de ser crucificado da mesma forma que Jesus foi, por isso pediu para ser crucificado de cabeça para baixo.

Portanto, não somos definidos pelos nossos erros e pecados. Deus nos convida todos os dias a sermos totalmente d’Ele, e assim devemos nos entregar, como o Apóstolo Pedro, para que Ele incendeie nosso coração. Assim, que nós sempre peçamos a Ele para sermos servos apaixonados, pois dessa maneira iremos viver para o Soberano de todo o coração.

UPC – Ministério de Universitários da Primeira Igreja Batista de Curitiba.

Gostaríamos de agradecer a Primeira Igreja Batista de Curitiba por fornecer esse Devocional.

Para mais informações, visite: https://www.pibcuritiba.org. br /

Autores: Dayse Morais; Filippe de Castro Raimundo; Gabriel Lago; Guilherme Henrique Trevizan; Larissa Yurkevitch Damigo; Leonardo Santos Tozin; Luis Augusto Baisch Soares; Luiz Fernando Virmond Farah; Marcelo Kenji Saita; Rafaela Antunes; Roberta Maziero; Stephanie Jimenes Tassoulas)

Deixe um comentário